terça-feira, 24 de julho de 2007

Você está preparado para o BlogDay?

Blog Day 2007


O que é o BlogDay?

BlogDay foi criado na convicção de que os bloggers deverão ter um dia dedicado
ao conhecimento de novos blogs, de outros países ou áreas de interesse.
Nesse dia os bloggers recomendarão novos blogs aos seus visitantes e
visitarão blogs recomendados por outros blogueiros participantes, para
alargar seus horizontes e criar novas conexões na blogosfera.

O que acontecerá no BlogDay?

Durante o dia 31 de Agosto, bloggers de todo o mundo farão um post recomendando
novos blogs a serem visitados. Blogs estes que, de preferência,
representem uma cultura, ponto de vista ou atitude diferentes do seu
próprio blog. Nesse dia, os leitores de blogs poderão navegar e
descobrir blogs desconhecidos, celebrando a descoberta de novas pessoas
e novos bloggers e criando novos links na blogosfera mundial.

Instruções para o BlogDay:

1. Liste cinco novos Blogs que você ache interessantes.
2. Notifique por email esses cinco bloggers de que serão recomendados por você no BlogDay 2006.
3. Escreva uma pequena descrição dos blogs e o link para eles.
4. Publique no BlogDay (no dia 31 de Agosto) esse post.
5. Junte a tag do BlogDay usando este link:
http://technorati.com/tag/BlogDay2006 e um link para o site do BlogDay: http://www.blogday.org/

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Porque é bom morar em viamão...

Porque é bom morar em viamão...

Disse “Geremias”, um antigo colega do Ginásio, irmão do Gerson. Seu nome foi escrito com “G” mesmo porque o pai dele se chamava Gustavo e a mãe Genoveva. Geremias agora é bem de vida mas não trabalha. Tem um carrão vermelho que vive tocando som bem alto, geralmente uma musica repetitiva. Quando se pergunta do que ele vive, ele responde com a cara mais deslavada, “de negócios, altas transações mano!”.

Veja porque ele diz que é bom morar em Viamão, mais precisamente na Santa Isabel.

- Nós podemos andar na contra-mão, mesmo durante o dia;

- Posso andar em alta velocidade mesmo próximo a escolas;

- A BM quando faz barreira, sempre fica entre duas ruas alternativas, assim eu me safo;

- Posso usar os balanços da pracinha, mesmo não sendo mais criança;

- Posso fumar baseado na nova Praça que ninguém me perturba;

- Levo meu cachorro pra fazer coco nas calçadas;

- Ando com ele sem focinheira na Praça mesmo sabendo que pode morder alguém;

- Largo lixo na calçada que ninguém me multa;

- Estaciono sobre a faixa de segurança em frente ao mercado porque e mais fácil de sair;

- Posso invadir área verde, avançar morro acima com meu barraco;

- Posso também construir sobre o passeio, já que o terreno é pequeno;

- Passo a mangueira pra minha vizinha lavar os carros dela, pois não tenho medidor...

“Mas Geremias, que isso!” – digo pra ele. “Isso tudo é ilegal, imoral e você ainda acha graça de fazer essas coisas. Tudo bem que isso é normal aqui em Viamão, mas você estudou, se formou que sei. Deveria dar um bom exemplo!”

“Mano...” – Responde ele – “O exemplo vem de cima. Quanto mais malandro, mais sem vergonha e irresponsável, mais o povo gosta, mais o cara de dá bem na vida neste Brasil.”

E mais uma vez ele arranca com seu carrão, som bem alto, uma cheiro estranho saído pelas janelas. A rua esta cheia, são 6 horas da tarde. O Sr. Aposentado quase é atropelado na faixa de segurança, que agora vai servir de estacionamento em frente ao Rissul.

Texto de S. Monteiro para o Viamao Hoje www.viamaohoje.com.br
Evidentemente os nomes são fictícios para não entregar o “Geremias”, mas os fatos são reais! Quer ver as fotos? É só pedir!
.

quarta-feira, 18 de julho de 2007

RS e o Brasil de luto e com raiva desta situação





















A Anarquia neste pais a cada dia ultrapassa os limites do tolerável chegando a bestialidade. Tudo indica que o avião derrapou numa pista que não deveria ser liberada. Sem as ranhuras necessárias para segurar os aviões em seu pouso, nem mesmo o melhor piloto conseguiria parar um avião numa pista molhada.

Imagine a situação do piloto quando sentiu que os freios não estavam segurando o imenso avião, repleto de vidas e “embebido” em toneladas de combustível. Para quem dirige e sabe o que é derrapar num dia de chuva, pode imaginar isso. Eu já derrapei e quase morri, mas estava sozinho e é terrível essa sensação de estar com o destino a cargo da maquina, mesmo que seja por frações de segundo, a vida passa diante da gente mesmo.

Provavelmente, a meu ver, pois eu também faria, seria tentar evitar chegar ao fim da pista, fazendo uma curva qualquer, mesmo arriscando virar o mesmo. Só que a força, a inércia foi tanta que em poucas frações de segundo não foi possível evitar um prédio.

Provavelmente as pessoas dentro do aparelho nem notaram a manobra. Talvez alguns gritaram no momento da curva mas com certeza deveria estar já desmaiadas depois do forte impacto, quando foram consumidas pelo fogo. Se alguém sobreviveu ao impacto deve ter ouvido apenas a primeira explosão.

Esperamos que essas vitimas, agora provavelmente Anjos lá em cima, olhem por nós e tentem nos salvar do mesmo destino.

Um crime culposo que deveria ser punido mas se depender da boa (ou má) vontade do governo, vai terminar em pizza. O Presidente apenas diz que vai mandar investigar e pede rapidez, igual a o outro acidente ocorrido a menos de 10 meses. Acho que os familiares das vitimas deveriam processar o aeroporto e fechar o mesmo sim, para servir como exemplo.

Mas nada acontece. São crianças arrastadas pelas ruas, mulheres sendo espancadas por jovens da dita “sociedade”, índio sendo queimado por parecer mendigo e por ai vai. Depois me criticam quando digo que no tempo do regime militar as coisas não eram assim. Alguém lembra de coisas assim naquela época? Mas tem gente que prefere a tal liberdade em detrimento da falta de punição, da criminalidade sem fim que assola essa Pais.


Comente no Forum:

http://fabiosalvador.queroumforum.com/viewtopic.php?t=87

quarta-feira, 11 de julho de 2007

Second Life – Muito Mais Que Uma Brincadeira


A mais de um ano no meu desktop, o ícone do Second Life me olhava como quem perguntava “E daí? Você vem ou não vem?”. Eu sabia que tinha algo nele de grande mas devido a seu “peso” nunca quis me aventurar a executar.

Mas em Maio resolvi me registrar e entrar ao poucos. Primeiro um pé, depois outro e desligava. Agora, passado o susto, descobri que tem muita gente de Viamão vagando pelas suas ruas nem sempre floridas. Quando entrei na semana passada eram mais pessoas dos EUA, França e Alemanha. Claro que me deparei com alguns brasileiros. Conheci uma moça chamada Phandorah que trabalha na Pixar em São Paulo. Pelo que pude constatar, essa primeira leva de aventureiros são jovens entre 17 e 30 anos famintos por novas tecnologias.

Mas antes de correr para a web e tentar baixar, se ainda não tem, o Second Life, saiba que o micro tem que ser robusto e é necessária uma conexão de alta velocidade (banda larga). Mais informações na versão brasileira em http://www.secondlife.com.br/ (que já está dando problemas de tantas requisições), ou na original http://www.secondlife.com/. .


Para aqueles que acham que é só mais uma frescura, moda, coisa para desocupados fiquem sabendo que era exatamente isso que diziam quando criaram a web. Ou seja, quem pensa assim são pessoas à esquerda do mundo atual, avessas a evolução. Uma pena...

Não vou falar aqui o que já e certo, como vendas on line, aluguel de salas, venda de terrenos, contatos profissionais, reuniões virtuais etc. Nem vou falar que em breve os avatares poderão ter o rosto e o corpo do usuário. Isso já e coisa do passado.

A idéia, a meu ver, será a integração Google Earth + Second Life + Orkut + Skype e o escambal que vier. Coloque tudo isso a cargo da turma do Google e teremos um mundo Pré-Matrix sem a mínima chance de erro. Neste meio tempo, neuro-cientistas desenvolverão interfaces (sistema entre duas coisas), que farão a conexão micro com o cérebro do usuário, criando assim uma imersão total no mundo virtual. Tudo ocorrera em nossas mentes como um sonho, tão real que poderemos sentir um beijo por exemplo (ou mais para quem tiver mais sorte neste mundo virtual).

Neste novo mundo que finalmente não será mais frio, não será necessário teclado nem monitor. O teclado será apenas nossos pensamentos mais íntimos que se converterão em dados e irão aparecer na mente de pessoas em qualquer parte do planeta. As zonas da visão de nossos cerebros servirão como monitores tri-dimensionais, coloridos, com som sterep. cheiro, temperatura...

Os adoradores da cultura poderão conhecer museus e tocar nas telas e sentir as texturas da Mona Lisa, sem danificar o quadro; os Dom Juan poderão ter quantas donzelas desejarem, sem perigo de AIDs, Pensão ou outro efeito colateral.

Imagine quem tiver o domínio deste poder, quem patentear esta nova tecnologia ou WEB 10.0 ou seja lá qual for a versão. Talvez isso se transforme no maior vício já criado, muito mais perigoso que a Cocaína ou outra droga qualquer. Quem você quer ser: Thomas, Morpheus ou Trinity? Eu me chamo Silvio Polanski!

Encontre Silvio Monteiro no Second Life pelo nome silvio polanski

quarta-feira, 4 de julho de 2007

Era só o que faltava em Viamão...


Viamão sempre foi conhecida por fatos estranhos, como muitas empresas que ganham premio de qualidade sem ter qualidade, fantasmas que depõem em julgamentos, etc... Agora querem fazer com que a Administração local banque com os custos de fazer o calçamento de passeios públicos de empresários locais.

Pois logo no coração da Santa Isabel (Capital de Viamão, como alguns já afirmem), há um passeio sem calçamento algum e os vereadores não se movem para criar uma lei obrigando o dono do terreno a providenciar. Em algumas cidades, se o terreno vale digamos R$ 50.000,00 o dono dom imóvel deve provicenciar o calçamento padrão da cidade sob pena de ser multado. Só por curiosidade, em Miami (EUA), fiscais da prefeitura entram nos gramados com uma regua e medem a grama. Se passar de 5 cm aplicam multa.

Agora, com tantos problemas para a Prefeitura resolver ainda há movimentos estranhos na cidade que querem justamente desviar verbas para dar mais valor ao terreno do sem vergonha.
Sem Vergonha sim, porque uma criatura que não cuida da fachada de seu patrimônio não deve ter muita coisa boa na cabeça. Isso não sou eu quem afirma. É cultura milenar.

Agora, se a prefeitura fizer algo dai sim, vou pegar esta bandeira e vou calçar todos os passeios de Viamão. Acho que todos tem direito iguais, pobres ou ricos neste municipio.