terça-feira, 1 de julho de 2008

Prepare-se! Jesus está voltando! (Mesmo!)

Aviso

Se você é religioso acima do normal, ou impressionável, por favor, não leia esta matéria. Ela é extensa, complexa, não lhe interessa e não lhe trará informação útil alguma. Este Blog já recebeu e computou sua visita e não há necessidade de você permanecer nele.


A madona e o Menino - Obra do Século XV


Agora segure-se! Segundo as ultimas pesquisas e informações contidas na própria Bíblia, não há duvidas: Jesus era mesmo extraterrestre. Isto explica muitos milagres até bem pouco tempo negados pela ciência que não aceitava como verdadeiras as informações passadas através dos tempos. Não poderia ser possível que gerações, anos após anos tivessem contanto apenas uma fabula ou que mentissem como dizem alguns.

Graças a muitos estudiosos que fizeram um trabalho praticamente às escondidas, justamente para não serem desacreditados tanto pelas empresas que bancavam suas pesquisas como também pela própria religião, hoje podemos ver claramente quem foi Jesus, sua obra, missão e quando voltará. Agora se Ele já era grande, se torna no mínimo, centenas de vezes maior.

Acima, quadro mostrando a crucificação de Cristo com duas "naves". Observem a posição do braço do ocupante da nave da esquerda (clique para ampliar).

Esta conclusão não faz por desmerecer de forma alguma Jesus Cristo e a religiões que dele se originaram, já que amplia consideravelmente o conhecimento que temos ou tínhamos sobre nossa galáxia ou mesmo sobre o universo e, de quebra, do próprio criador do Cosmos.


Se Jesus com todos os seus poderes ainda não é a forma personificada de algum Deus terreno, ao menos comprova que ele é bem maior do que a visão limitada centrada no homem que a Igreja tinha até então. Inclusive, já há um movimento no próprio Vaticano para apresentar em breve um relatório sobre tudo isso. Quando todos esperavam justamente que os governos se manifestarem, é justamente a Igreja Católica que deverá sair na frente. O mais incrível é que os governos, principalmente dos EUA, sempre esconderam a verdade, e com razão diga-se de passagem.


Para quem leu os relatórios parciais chega-se a conclusão de que somos tão insignificantes como formigas e ao mesmo tempo, tão grandiosos como o próprio Jesus Cristo. É preciso ter uma certa dose de autocontrole muito forte para não entrar em pânico ou pirar completamente. Se a verdade viesse a publico como querem alguns Ufólogos que não se contentam em guardar para si, sabe-se lá o que ocorreria com a humanidade. Muitos poriam igrejas e templos abaixo, sem falar num numero grande de suicídios, fechamento de empresas, mudança de conduta de vida etc.

O que chamou a atenção dos estudiosos foram algumas pinturas da idade média e também achados arqueológicos remotos, mostrando claramente e sem sombra de dúvida, naves, discos-voadores e toda sorte de Robots que vieram possivelmente de outros planetas. Acima, tapeçaria conhecida por "Triunfo do Verão", produzida em Brugges em 1538. Observe dois objetos no canto superior esquerdo (clique para ampliar). As duvidas ainda são as origens destes visitantes. Ou são do sistema solar e possuem uma tecnologia talvez de mais de 10.000 anos à nossa frente ou são de outros sistemas planetários. Esta ultima hipótese faz destes seres se distanciaram tanto de nós fisicamente e tecnologicamente que é bem possível que já tenham descoberto a imortalidade e que se desloquem acima da velocidade da luz.


Marcelo Gleyser, brasileiro, um de nossos maiores Físicos, comentou que se o universo for realmente infinito como alguns teóricos afirmam, tudo é possível e que tudo que já vimos em filmes de ficção cientifica podem existir. Por outro lado, o inglês criador da serie “Cosmos” Carl Segan antes de morrer foi enfático em afirmar que os Discos Voadores não existiam, apesar é claro, de estar certo de vida inteligente fora da Terra. Cabe ressaltar que a expressão “Disco Voador” não pode ser entendida como os discos que vemos em filmes, mas t

oda sorte de aparelhos, sejam em forma de discos, charutos, cubos, triângulos etc.


Se Marcelo Gleyser exagera um pouco e o ceticismo de Carl Segan preocupa alguns, um meio termo é muito bem aceito pela maioria dos cientistas com uma visão totalmente nova no Cosmos. É preciso que o estudioso se desfaça de todo seu conhecimento terreno e abra sua mente para o que ainda pode existir. Não podemos afirmar mais categoricamente no que nossos instrumentos e sentidos nos indicam. Seria como tentar na idade média, com uma bússola, compreender o funcionamento de um processador eletrônico por exemplo.



Acima, mais uma pintura datada de 1486 conhecida como 'A Anunciação" . Impossível não reconhecer um belo OVNI disparando um raio até a senhora no interior do prédio.Lembre-se que na epoca não havia referencia alguma sobre UFOs muito menos desenhos.

Mas não pensem que este assunto é somente para aquela turma da meditação, do transcendentalismo. Qualquer pessoa que saiba ler e tenha acesso a uma boa enciclopédia ou a web pode entender o que se passa neste momento. Estamos numa fase de transição entre a Ciência tradicional baseada na Terra para algo infinitamente maior.


Desnecessário dizer que nunca as religiões, cultos e seitas irão passar por tamanha provação e revelação. Todas! Pois a grande maioria, se não a totalidade, foi erguida justamente sobre ‘a areia”, ou seja, sobre entidades não terrenas e sim de fora da Terra.

Mais uma vez digo que as religiões não caem em descrédito pois cumpriram exemplarmente seu trabalho por milênios. Acredito até que a hora ainda não seria esta, e que a humanidade poderia esperar mais uns 500 anos antes desta revelação que está para acontecer. Estranho eu dizer isto, pois sempre sonhei um dia com isto. Mas como falei, somente sabendo dos fatos é que compreendemos porque os governos zelam tanto por “esconder a verdade”. Isto tudo faz a gente pensar em não querer se envolver e preferia deixar tudo como estava. Deixar o pastor na sua igreja e ver as pessoas saindo felizes de lá. Muitas vezes a verdade realmente não deve vir a tona. Mas a culpa não é minha.


Claro que muitos outros estudiosos já levantaram a questão como o conhecido Erich von Däniken com seu livro ”Eram os Deuses Astronautas”, mas se antes ele perguntava porque restavam duvidas, agora o titulo seria uma afirmação, “Sim, Eram os Deuses Astronautas!”.


As imagens desta pagina não são atuais, já que há muitas pessoas criando até mesmo por passatempo falsos ÓVNIS. Nunca foi tão fácil criar fotos e vídeos. Mas, o que dizer de pinturas, quadros, estátuas e demais peças de arte antigas, muito antes mesmo dos balões e do conceito da Terra ser um planeta? O que dizer que pequenas peças de cerâmica em forma de espaço naves com mais de 500 anos encontradas em culturas primitivas na América? Porque os documentos da construção de pirâmides sumiram? Porque colocaram fogo na maior biblioteca de todos os tempos (Alexandria)? Porque a Igreja queimava livros, teorias e cientistas que falavam coisas que não podiam ser levadas a publico? Apenas pelo ouro e terras destas pessoas ou também para manter a ordem custasse o que custasse?


Este assunto é por demais extenso por isto vou dividi-lo em duas ou mais partes. Por ora basta saber que irei falar dos círculos ingleses (que já haviam até mesmo na idade média), o 3º (e verdadeiro) segredo de Fátima que não foi revelado ainda, “assombrações” na cidade de Santa Rosa – RS que não passavam de tentativas de contatos e muito mais!

Acima, uma das mais enquietantes obras, o afresco chamado de "O Batismo de Cristo", de 1710. Mais raios de luz, sempre em linha reta, como lazers e não na forma de raio de tempestade.



S. Monteiro estuda a Ufologia e acredita haver alguma ligação entre estes e os fenômenos ditos paranormais

Crédito das Imagens: www.contatodireto.fot.br

Duvidas? Sugestões? Perguntas? silviomonteiro@msn.com


3 comentários:

Verdades e Mitos disse...

Na verdade em toda a nossa existência fomos visitados por seres de outros planetas. Nosso corpo no espaço tempo, é dividido em três partes aparente, espírito, alma e corpo físico. Por alguns estudos bíblicos e também físicos, cheguei numa conclusão que em partes você estas certo.

Jesus em sua passagem pela terra, agradecia muito ao espírito santo, que auxiliava ele nas suas decisões e nos seus milagres. Sendo assim ele tinha uma conexão de 100% com o espírito, diferente de nós que por sermos materialista e estarmos presos a matéria, passamos a ignorar o nosso espírito. Os seres extraterrestres além de poder viajar em velocidades acima da luz, conseguem ter contato com outras dimensões, eles tem a capacidade de materializar um corpo físico, com as propriedades do nosso.
Jesus cristo foi um homem simples que tinha uma ligação grandiosa com seu espírito santo. Sendo assim nos últimos tempo, na volta de Jesus, ele mesmo não se referenciava a si próprio, mas sim a seu espírito santo, a maneira que ele descreve a sua volta, que viria dos céus, após a purificação de fogo. Seria de uma forma de materialização, desta forma ele teria contato com a gente.

O espírito santo que Jesus se referenciava, era uma comunicação que ele tinha com um ser de alguma parte do universo, nos todos temos esta comunicação, só que de uma forma bem atenuada, as vezes até inexistente.
Em nosso corpo está preso nossa alma, mas o espírito sempre estas livre e nosso pensamento é capaz de fazer ele viajar em velocidade desconhecida pelo homem, nós faz olhar lugares que nunca olhamos, consegue nos trazer a visão do outro mundo, mas nos ignoramos ele. E o mesmo espírito que esteve com Jesus na sua caminha, será trago em naves e se materializará de uma forma extraterrestre.

Marcelo Roldão Matos
08/07/2008
15:00~

Longe da verdade não existe salvação.
Jesus Cristo

Aldemar J disse...

Silvio
VC tem alguma referência sobre essas obras de arte com imagens claras de UFOS?
Quero dizer, referências sem conteúdo ufológico tipo o site do museu e tals.
Tô pesuiqsando essas coisas, cara e tomei a princípio, das imagens pra verificar a existência sem conseguir êxito. Se puder ajudar agradeço. ABÇS

lazer.com disse...

jesus extraterrestre...até parece